garça

Garça-branca-pequena (Egretta garzetta)

A garça-branca-pequena (Egretta garzetta) é bastante comum em Portugal, principalmente a sul do rio Vouga. Ocorrem especialmente em zonas húmidas onde podem ser vistas a alimentarem-se, ou a descansarem formando grandes colónias.

[© Armando Caldas, todos os direitos reservados] – Garça adulta.

Taxonomia
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Pelecaniformes
Família: Ardeidae
Género: Egretta
Espécie: Egretta garzetta

Distribuição e Ecologia
Estatuto de conservação em Portugal: “Pouco preocupante” (LC).
A garça-branca-pequena está presente na Europa, África, Ásia e Austrália. Nos anos 50 foi pela primeira vez observada no “Novo Mundo”, mostrando desde então evidências de colonização do continente americano. Em Portugal, ocorre por todo o território, mas apresenta variações de abundância consoante regiões. É mais comum ao longo do litoral a sul do rio Vouga e mais escassa a norte deste. No interior é rara a norte do rio Tejo, mas comum a sul do mesmo (embora no litoral seja mais comum). A população nidificante encontra-se principalmente a sul do rio Tejo e é composta por mais de 2 mil casais, que constituem cerca de 40 colónias (ver mapa
aqui).
Frequenta habitats aquáticos, tais como estuários, rias, pauis, lagoas costeiras, arrozais, salinas, rios, ribeiras, entre outros. No entanto, os arrozais são um dos biótopos de maior preferência ao longo de todo o ano para esta espécie.Uma parte da população nidificante da Península Ibérica efetua movimentos migratórios, sendo que o pico de maior abundância depende da zona em questão (normalmente entre março e setembro).
É típico os indivíduos desta espécie alimentarem-se isoladamente, parecendo defenderem locais de alimentação bem definidos. Tal como muitas outras aves a garça-branca-pequena forma dormitórios sobretudo durante o inverno, localizados fora dos locais de reprodução, partilhando-os com outros ardeídeos (em especial com a garça-boieira (Bulbucus ibis)). Estes dormitórios são normalmente instalados em árvores ou arbustos de zonas húmidas.
De hábitos diurnos, a garça-branca-pequena pode ser vista durante o dia a alimentar-se em zonas húmidas. Para aceder às áreas de alimentação podem-se deslocar vários quilómetros por dia.
Em Portugal ocorre a subespécie nominal (Egretta garzetta garzetta).
Alimentação: essencialmente peixes, anfíbios e invertebrados. A preferência por cada tipo de alimento varia de local para local.

Morfologia Externa e Identificação
Comprimento: entre 55 – 65 cm.
Envergadura: entre 88 – 106 cm.
A garça-branca-pequena é uma garça de dimensão média, esguia e elegante, com um pescoço comprido em forma de “S”. Uma característica única entre as garças do Paleártico Ocidental são as patas negras e os dedos amarelo-vivos de contraste intenso. O bico é preto e os loros são cinzentos-azulados durante a maior parte do ano e lilases durante a corte. A plumagem é toda ela branca e quando na época de reprodução, apresenta na nuca duas penas alongadas (ver no vídeo).
Pode ouvir as vocalizações da garça-branca-pequena aqui.


[© Armando Caldas, todos os direitos reservados] – Garça adulta.

Reprodução
Formam colónias, muitas vezes com várias centenas de casais e constroem os ninhos em árvores, falésias e rochedos. A época de reprodução desta espécie é bastante prolongada, uma vez que os primeiros ninhos podem começar a ser construídos em Fevereiro e ainda se observam crias até ao início de Setembro. As posturas (constituídas por 2 a 6 ovos) podem ser feitas desde a primeira semana de Março a Junho.
 
Referências
Cabral, M.J., Almeida, J., Almeida, P.R., Dellinger, T., Ferrand, A.N., Oliveira, M.E., Palmeirim, J.M., Queirós, A.I., Rogado, L., and Santos-Reis, M. (2005). Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal. (Instituto da Conservação da Natureza, Lisboa).
Catry, P., Costa, H., Elias, G., and Matias, R. (2010). Aves de Portugal: Ornitologia do Território Continental. (Lisboa: Assírio & Alvim).
Svensson, L. (2012). Guia de Aves (2º edição). Assírio & Alvim, Porto.
http://www.avesdeportugal.info/egrgar.html
http://www.iucnredlist.org/details/62774969/0

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s