pisco

Pisco-de-peito-ruivo (Erithacus rubecula)

O pisco-de-peito-ruivo é uma ave muito comum e com uma enorme beleza. Pode ser visto e ouvido no campo, em florestas, ou até em jardins de cidades. A sua característica mancha  laranja no peito torna fácil a sua identificação. 

[© Daniel Santos, todos os direitos reservados]

Taxonomia
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
Família: Muscicapidae
Género: Erithacus
Espécie: Erithacus rubecula

Ecologia
Estatuto de conservação em Portugal: “Pouco preocupante”.
Pode ser encontrado por toda a Europa, Médio Oriente e Norte de África. Em Portugal, durante o Outono/Inverno é muito abundante e praticamente omnipresente. Já durante a Primavera e o Verão é comum a norte do Tejo, mas sul é escasso, concentrando-se nas zonas mais húmidas e mais próximas do litoral. É uma das aves mais abundantes do país, sobretudo nos meses mais frios, pois chegam aves de outras regiões da Europa. As populações migratórias invernantes em Portugal são, na sua grande maioria, constituídas por aves do sexo feminino.
O pisco-de-peito-ruivo surge numa enorme variedade de habitats, desde que haja alguma cobertura arbórea ou apenas arbustiva. No norte e centro prefere matas, tanto de folhosas como de coníferas. Nas áreas de Invernada do sul, é bastante mais numeroso em área de montado do que em áreas de pinhal, sendo comparativamente escasso, embora regular, em eucaliptais. Podem ainda ser vistos em pomares, jardins, vinhas e pequenos quintais nas zonas urbanas.
É uma ave de hábitos diurnos, que se faz ouvir logo nas primeiras horas da manha.
Tem como principais predadores algumas aves de rapina, mamíferos (como gatos domésticos e o gato-bravo) e algumas cobras.
Alimentação: Durante o Outono e Inverno a dieta baseia-se em frutos (azeitonas, aroeiras, pedaços de bolotas, frutos de pomares, etc.) e invertebrados. Na Primavera e no Verão consome fundamentalmente invertebrados.

Morfologia Externa e Identificação
Comprimento: Cerca de 14 cm.
Esta é uma das aves portuguesas mais fáceis de identificar, tendo cores muito características. Pode ser avistado a saltitar no chão (por vezes pára e faz uma espécie de “vénia”), ou poisado em ramos, adoptando uma posição vertical.
O nome deve-se a uma grande mancha laranja, que se estende desde o peito até à testa. As restantes partes inferiores são brancas e cinzentas, e a parte superior é maioritariamente castanha, mas também com alguns tons acinzentados (como por exemplo, na parte superior da testa). Os juvenis são castanhos e densamente sarapintados de bege. É praticamente impossível distinguir os machos das fêmeas, embora os primeiros sejam mais corpulentos.
O canto do pisco-de-peito-ruivo faz-se ouvir todo o ano e tanto as fêmeas como os machos vocalizam. O canto pode ser ouvido aqui.

[© Daniel Santos, todos os direitos reservados]

Reprodução
A população residente pode começar a reproduzir-se a partir do mês de Março. Os ninhos são construídos numa grande variedade de locais (como árvores, rochas, taludes ou estruturas artificias), em pequenas cavidades pouco profundas. Normalmente localizam-se a baixa altura.
As posturas são compostas por 4 a 6 ovos, sendo que a incubação dura cerca de 14 dias e as crias abandonam o ninho com 14 dias de idade.

Bibliografia
http://naturlink.sapo.pt/Natureza-e-Ambiente/Fichas-de-Especies/content/Ficha-do-Pisco-de-peito-ruivo?bl=1&viewall=true#Go_1
http://en.wikipedia.org/wiki/European_Robin#Description
Bruun, B. e outros (2002). Aves de Portugal e Europa. FAPAS, Porto
Catry, P. e outros (2010). Aves de Portugal, Ornitologia do Território Continental. Assírio & Alvim, Lisboa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s