Avistadas espécies raras de aves em Portugal

Frio na Europa, traz espécies menos comuns de aves migratórias para Portugal. Portanto, se quer ter o privilégio de ver algumas aves pouco habituais no nosso país, esta é a altura certa.

 Fig. 1 – [© José Frade, todos os direitos reservados] – Cisne-bravo.

Este Outono tem-se registado a chegada de espécies raras, acidentais e menos comuns de aves migratórias, no território português. Isto deve-se à vaga de frio que se faz sentir no Norte e centro da Europa.

Nos Outonos e Invernos mais rigorosos, como este, é normal as aves de toda a Europa “descerem” até à Península Ibérica à procura de alimento e de temperaturas mais amenas. Portanto, com a chegada do Inverno há uma maior possibilidade de ver estas aves menos comuns no nosso país. No último mês já se observaram espécies acidentais como o cisne-bravo (Cygnus cygnus), o ganso-de-faces-negras (Branta bernicla), o pato-rabilongo (Clangula hyemalis) e a gaivota-polar (Larus glaucoides), e números menos habituais de espécies menos comuns como a mobelha-pequena (Gavia stellata), a mobelha-grande (Gavia immer), a escrevedeira-das-neves (Plectrophenax nivalis) e o tentilhão-montês (Fringilla montifringilla).

Texto de Daniel Santos.

Bibliografia
http://avesdeportugal.info/
http://www.spea.pt/pt/noticias/vaga-de-frio-na-europa-traz-especies-menos-comuns/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s