Descobertas duas novas espécies de coruja nas Filipinas

Duas novas espécies de coruja foram descobertas nas Filipinas. Estas pertencem ao género Ninox, e foram descobertas por uma equipa internacional liderada por uma investigadora da Michigan State University. A primeira das espécies,  Ninox leventisi,  ocorre apenas na ilha de Caminguin Sur. A outra, Ninox rumseyi, habita as florestas de Cebu.

 Fig. 1 – topo: Ninox rumseyi; baixo: Ninox leventisi.

“Uma equipa internacional liderada pela investigadora Pam Rasmussen, da Michigan State University (EUA), publicou recentemente na Forktail, a revista asiática de ornitologia, a revisão da classificação taxonómica das corujas-gavião Ninox philippensis, que até à data se considerava uma espécie apenas, com várias subespécies.

De acordo com o trabalho exaustivo que envolveu a colaboração de cientistas em diferentes países e a análise de ambas características morfológicas e das vocalizações, são 7 as espécies existentes no arquipélago do sudeste asiático que formam o complexo Ninox philippensis, duas das quais (bem como uma subespécie) nunca tinham sido descritas sequer como subsespécies individuais.

A primeira das espécies novas é a coruja-gavião que ocorre apenas na ilha de Caminguin Sur,Ninox leventisi, que apesar de estar tão próxima geograficamente das corujas-gavião aparentadas de Mindanao, tem características físicas e vocalizações muito distintas.

A segunda espécie é a coruja-gavião das florestas de Cebu, Ninox rumseyi, que se pensava extinta como resultado do quase desaparecimento das florestas com o mesmo nome onde se sabia habitar. Nunca se tinha considerado esta forma sequer como uma subespécie distinta, mas o estudo das vocalizações também não deixou dúvidas.

Pam Rasmussen explica “As corujas não aprendem os seus cantos, que estão programados geneticamente no seu ADN e são usados para atrair os machos e defender o território; pelo que, se forem diferentes, têm de ser novas espécies”.

A descoberta das novas espécies resultou mais de dez anos de trabalho, explica a bióloga “Há mais de 15 anos, apercebemo-nos da existência de novas subespécies de corujas-gaviãoNinox nas Filipinas. No entanto, foi apenas no ano passado, quando obtivemos gravações suficientes, que pudemos confirmar que não se tratavam apenas de subespécies, mas sim de duas novas espécies de coruja”.

O limitado número de espécies de aves das ilhas onde se fizeram as descobertas, em comparação com ilhas próximas de maior dimensão, fez com que fossem menos visitadas e estudadas, o que justifica que a identificação das formas corujas de Caminguin Sur e Cebu não tivesse sido feita até agora.”

Notícia retirada de: http://naturlink.sapo.pt/Noticias/Noticias/content/Descobertas-duas-novas-especies-de-coruja-nas-Filipinas?bl=1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s